• Bruna Tincani - Endocrinologia Pediátrica Adulto e Infantil - Campinas/SP
  • Bruna Tincani - Endocrinologia Pediátrica Adulto e Infantil - Campinas/SP
  • Bruna Tincani - Endocrinologia Pediátrica Adulto e Infantil - Campinas/SP
  • Bruna Tincani - Endocrinologia Pediátrica Adulto e Infantil - Campinas/SP

Obesidade Infantil - Como Diagnosticar?

Você sabia que o valor do índice de massa corporal infantil, diferente do que ocorre com os adultos, depende da idade e sexo da criança e deve ser inserido num gráfico para determinar se está normal ou alterado?

Puberdade

Classicamente, o início da puberdade deve ocorrer entre 8 e 13 anos, nas meninas, e no período que vai dos 9 aos 14 anos, nos meninos. Puberdades que se iniciem, em meninas menores de 6 anos ou em meninos menores do que 7 ou 8 anos, são consideradas muito precoces, requerendo investigação e, freqüentemente, tratamento. Na idade compreendida entre 6 e 8 anos (meninas) e 7 e 9 anos (meninos), considera-se um período limítrofe, no qual a avaliação clínica do ritmo de desenvolvimento puberal irá definir a necessidade de investigação laboratorial ou eventual tratamento.

Quando a precocidade ou o atraso puberal se devem, respectivamente, a uma aceleração ou retardo constitucional do crescimento e puberdade (ACCP e RCCP), não há prejuízo na previsão de estatura final e a repercussão psicossocial desta variação fisiológica costuma ser de pequena intensidade.

Nesta situação, habitualmente, não há necessidade de tratamento. Quando a puberdade for realmente precoce ou tardia, a investigação da causa do processo, bem como do mecanismo pelo qual o evento puberal foi ativado, são essenciais para a correta escolha do tratamento.